Caldo de Capeletti pro Batalhão

O 1° capeletti a gente nunca esquece?!

Resolvi fazer para o aniversário da Luana e mandamos ver em 1 quilo de farinha. O resultado foram quase 100 capelettis. Tá certo que desisti no final, porque ia dar muito mais. E acabei usando a massa para rondelli e Ravioli di gema (veja aqui).

Portanto, a receita abaixo vai ser considerada para o que foi utilizado apenas no capeletti. E a ideia foi seguir a linha vegetariana com recheio de espinafre, ricota e amêndoas torradas.

Caldo de Capeletti

Ingredientes

Para massa

7 ovos

700g de farinha

Azeite, pimenta do reino e sal a gosto

Para o recheio

1 maço de espinafre

400g de ricota

100g de amêndoas torradas e moídas

Para o Caldo

½ talo de salsão

2 cenouras

1 cebola grande

2 litros de água

3 cravos da índia

5 grãos de pimenta do reino

caldo de capelleti caldo de capelleti

Preparando o recheio

Ferva o espinafre até a água começar a ficar verde. Retire e pique na ponta da faca. Brincadeira. Só fique sem frescura.

Como o recheio é de ricota, precisamos fazer o negócio ficar saboroso. Nada contra o queijo ;)

Refogue cebola e alho no azeite e acrescente o espinafre. Coloquei noz moscada e pimenta do reino. Retire e deixe esfriar.

Misture com a ricota e as amendoas torradas e já moídas.

Caldo de Capeletti

Como montei

Abri a massa na máquina e fiz os cortes circulares com uma xícara. Inclua o recheio e obre em ½ lua e uma as duas pontas grudando com água. Deixe secar e pode guardar na geladeira ou congelar.

E o Caldo?

Aqui, a chefa da casa entrou em ação!

Ela preparou o caldo como qualquer outra sopa, ou seja, muito amor, e, neste caso, respeitando o salsão mais do que eu. A receita que buscamos era de 1 talo. Colocamos ½ para não arriscar e ficou na medida.

Corte a cebola em quatro partes, as cenouras e o salsão em pedaços grandes. Coloque tudo na panela com a água e, assim que ferver, deixe cozinhando em fogo baixo por 30 minutos. Retire todos os legumes, coe e fique apenas com o caldo.

Acrescente o capeletti e deixe cozinhar por pouco tempo, algo em torno de 10/15 minutos, para não correr o risco de desmanchar.

Sirva com salsinha fresca e queijo ralado grana padano mais caro do mundo. Se não der, pode ser qualquer parmesão de boa qualidade.

Caldo de Capeletti

Dicas:

– No Mercadão de São Paulo tem um Uruguaio que é excelente e barato, algo em torno de R$ 60 o kilo.

– É complicado para dar a liga neste recheio. Sugestão? Coloque um iogurte natural, grego, requeijão…só para a mistura ficar mais homogênea.

– Com os legumes que sobraram, bata no liquidificador com água e faça uma nova sopa.

 

Tortellini da Maria

Uma receita com quatro tipos de carne no recheio. Qual a chance de dar certo? Na primeira vez, quase. Vamos ao Tortellini da Maria!

Tortellini, em italiano, significa ‘tortinhas’, mas a lenda conta que eles foram feitos para se parecer com o umbigo de Vênus por um guarda que a espiou por um buraco de fechadura.

A base da massa é a padrão: farinha de trigo e ovos! Depois de abrí-la, utilize uma xícara ou recipiente de sobremesa de aproximadamente 6cm de diâmetro para fazer o recorte circular.

Com os dedos, molhe a borda da massa com água, inclua o recheio no centro e faça o primeiro fechamento, em meia lua. Dobre o centro e una as beiradas no lado oposto parecendo um anel. No Youtube tem vários vídeos passo a passo do tortellini.

Tortellini da Maria

O recheio

Para 500g de massa, utilizei:

  • 100 g de peito de frango desossado e sem pele
  • 100 g de carne de porco magra sem osso
  • 2 fatias de presunto cru
  • 3 fatias de mortadela (aqui tá o erro)
  • 100g de queijo parmesão ralado
  • 1 pitada de noz moscada
  • sal, bastante pimenta do reino e 1 ovo

Refogue um pouco sem dourar o frango e a carne de frango. Processe as quatro carnes e coloque em uma terrina para bater junto com os outros ingredientes.

Tortellini da Maria

Quando comecei o texto falei sobre a chance de dar certo essa mistura de carnes. A mortadela ficou muito marcante. Por isso, inclua apenas uma fatia e pode até reforçar a noz moscada.

Para o molho, usei apenas manteiga. A atenção estava voltada para a massa e o recheio. Para acompanhar, parmesão ralado.

Dicas:

  • Com a massa pronta e recheada, deixe reservada sob farinha de trigo por uma ou duas horas para secar;
  • Quando for enxaguar a massa no escorredor, já ferva uma panela com água para ajudar a tirar o excesso de amido;
  • verifique se as bordas estão bem coladas para evitar que o Tortellini abra;
  • Sabe de onde veio o nome Tortellini da Maria? Nem imagino. Peguei a receita em um livro que não explicava o motivo!

Tortellini da Maria